Você trabalha com quê?

Mas o que você faz?

Quantas vezes essas perguntas já te atormentaram em vários lugares onde você frequenta? Para alguns, essas perguntas podem ser apenas uma forma de quebrar o gelo para iniciar uma conversa e outros não teriam menor problema em responder a essas questões. Mas muitas pessoas se incomodam profundamente com essas questões, diria até que esse número está aumentando a cada dia.

E esse incômodo não tem a ver com a conversa ou com quem você está conversando. Tem a ver com o fato de você se revelar, se expor e talvez até mostrar que você não se encontra na posição que gostaria de estar.

Mas, afinal, por que mostrar aos outros o nosso aparente fracasso que nos incomoda tanto?

Crise de identidade

Por que se expor incomoda?

Pessoas que são muito inteligentes, ou que têm uma energia pessoal muito forte, recebem desde cedo uma expectativa muito grande sobre si. Essas pessoas, que têm um potencial enorme, acabam recebendo muitos incentivos de todos os lados para que possam ir mais longe.

Mas o problema é que muitas vezes o incentivo acaba se tornando cobrança e nos sentimos em dívida quando essa cobrança não é correspondida. Você acaba vivendo essa realidade o tempo inteiro. Veja, a cobrança nem sempre vem da pessoa que está te incentivando. Muitas vezes, a cobrança só existe dentro de você.

Só que chega um momento em que tudo isso que você vai vivendo nessa busca por resultados que as pessoas colocaram sobre você não faz mais sentido. Existe uma cobrança enorme dentro de si para se tornar algo que outras pessoas desejam que você fosse.

E então você começa a questionar tudo. Começa a duvidar da sua capacidade, se tomou as decisões certas, se deveria ser mais ousado ou mais prudente, se deveria se arriscar mais… Começa a pensar que o problema pode estar no seu setor de atuação e decide transitar por outras áreas. Mas os questionamentos continuam e aí você fica totalmente perdido.

Por fim, todas essas questões geram apenas frustração. E num mundo onde o sucesso é a referência, ninguém quem mostrar a dúvida com a própria carreira. Você acaba se fechando para tudo e para todos.

A verdadeira causa da frustração

A dificuldade não está em dizer o que você faz ou em mostrar o seu trabalho.

A dificuldade está no medo que você tem de não ser aceito e, principalmente, no medo de que as pessoas descubram algo sobre você. O maior medo que você tem é que as pessoas descubram quem você é de verdade.

Isso tem a ver com o perfeccionismo. Como disse ali atrás, em um mundo onde o sucesso é a referência, ninguém quer mostrar as suas falhas. Essa é uma mentalidade cada vez mais comum.

Vamos usar um exemplo. Em uma entrevista de emprego, um dos momentos mais difíceis de encarar com sinceridade é quando o seu empregador pergunta sobre seus pontos fracos ou defeitos. Passa um turbilhão de coisas sobre a sua cabeça! Você quer o emprego, quer a vaga, quer mostrar que é um excelente profissional… Tudo o que você menos quer é mostrar as suas falhas para o seu futuro chefe.

A saída é que você fica no lugar comum: fala sobre defeitos que muitas pessoas têm ou fala apenas sobre coisas muito rasas. Não se deixa conhecer em profundidade.

Seja você de verdade

A cura para a frustração vem em duas etapas: perceber que você não é o único e, depois, perceber que você é único.

Parece contraditório, não é? Mas deixe eu explicar melhor.

A primeira coisa que precisa entender é que todo mundo passa por essas cobranças. O que você faz e o que você quer fazer não é um segredo. E se não está longe dos seus olhos esse desejo por contribuir, por fazer parte, por agregar valor, é porque esse desejo não está só em você. Esse desejo de contribuir está em todo mundo.

Você não é o único que deseja o sucesso. Também não é o único que passa por esses questionamentos.

Depois de entender o desejo pelo sucesso, é preciso lidar com o medo do fracasso. Esse medo que você tem de se revelar, de se colocar como verdadeiro, é o que está te impedindo de viver de forma criativa, envolvente e com coragem. Assim, para combater esse medo você precisa ter a coragem de dar o primeiro passo colocando quem você é de verdade.

Para você revelar melhor esse medo dentro de você, faça algumas perguntas a si mesmo:

• O que você tem medo que descubram sobre você?
• Para quem você precisa ser perfeito?
• Quais fraquezas você não consegue mostrar aos outros e por quê?

Todos esses títulos e exigências que colocaram sobre você, sobre o sucesso, sobre o que você daria bem ou em qualquer outra coisa são apenas suposições que as pessoas fizeram sobre você. Não é você de verdade. Perceba que não existe ninguém como você, você é único.

Isso não é difícil, é apenas você aceitar quem você é de verdade e tomar posse disso. Quando você responder essas perguntas você vai perceber que você já é livre, essa liberdade que você está buscando ela já está em você. Só precisa perceber o que é que está te travando e então você poderá dar passos muito mais largos.

Não se trata também de ser conformista e pensar “eu sou assim e pronto”. Aceitar quem você é te permite guiar o rumo do seu caminho. É perceber que as escolhas da sua vida estão nas suas mãos.

Espero que tudo isso faça sentido para você e que você se sinta confortável com toda essa reflexão. Mas não guarde seus pensamentos para você: começa a se revelar de verdade, sem máscaras, aqui com a gente. Vamos amar te conhecer melhor! Comenta aqui embaixo ou lá na nossa comunidade no YouTube e nas redes sociais (no Instagram, Facebook ou LinkedIn). Nos fala sobre a sua carreira, sobre a sua vida, como que as coisas estão indo para você. É dividindo as suas experiências que você vai exercer melhor a sua identidade.

Deixe seu comentário


INSCREVA-SE

Receba insights na sua caixa de e-mail e dar vida ao seu negócio.

Essência de Valor © Todos os Direitos Reservados - 2017

Top